Indonésia: Como Ataques A Gays Podem Afetar O Turismo.

indonesia-com-ataques-a-gays-podem-afetar-o-turismo

O governo da Indonésia, sob a liderança do presidente Joko Widodo, não faz muita questão de evitar polêmicas com outros países, principalmente quando o assunto é direitos humanos. Execuções por conta de uma guerra ferrenha ao tráfico de drogas, por exemplo, já causaram desconfortos com diversas nações, dentre elas o Brasil, nas execuções de Marco Archer e Rodrigo Gularte em 2015. A comunidade LGBT não fica de fora e sofre constantes ataques de oficiais do governo, além de perseguições por parte da sociedade indonésia. Um dos destinos preferidos da comunidade LGBT, a Indonésia pode sentir em seu Turismo o efeito negativo de episódios recentes da ofensiva conservadora. Em artigo, o Asean Travel comenta o quão negativo para o Turismo local podem ser os atos de parte da sociedade contra gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transgêneros. Apesar de a lei local não criminalizar atos homossexuais, é no dia a dia que a intolerância toma forma. Há alguns meses, o ministro da Defesa da Indonésia, Ryamizard Ryacudu, equiparou o movimento nacional para os direitos LGBT a “uma forma de proxy war (guerra subsidiada, onde os agentes do confronto se utilizam de terceiros para promover o embate)” mais perigosa que uma guerra nuclear. Os direitos da comunidade LGBT na Indonésia, neste ano, têm se restringido, afirma relatório do Human Rights Watch divulgado na última semana. “O que começou como uma condenação pública rapidamente cresceu e se tornou um chamado para a criminalização e ‘curas’, revelando a profundidade de preconceitos individuais de oficiais.” No mercado asiático, Bali, a paradisíaca ilha indonésia, costuma se manter entre os cinco destinos mais visitados pela comunidade gay. Locais dentro da ilha, como Seminyak, Kuta e Ubud se desenvolveram ao longo dos anos como regiões gay-friendly. Estimativas do Asean Travel afirmam que Bali deva receber entre 150 mil e 350 mil turistas da comunidade LGBT por ano. Um nicho importante para o Turismo local, que certamente seria afetado caso a ofensiva anti-gay na Indonésia se intensifique.

Parques Aquáticos e de diversões são opções de viagens mais procuradas para filhos.

parque-aquaticos-de-diversões-sao-opçoes-de-viagens-mais-procurados-para-filhos

Encontre Sua Viagem, franquia de turismo, aponta locais para viagem em família e dá dicas para que o passeio não tenha estresse. Quando atingimos a vida adulta, ao recordarmos das fases da vida pelo qual já passamos, a infância sempre é lembrada como um dos melhores momentos. Bate saudade, nostalgia, e nosso cérebro é capaz de lembrar até de um perfume, de uma comida, ou ainda, de uma determinada sensação. Dia 24 de agosto é o comemorado o Dia da Infância. Que tal proporcionar ao seu filho uma boa experiência? Viagens são ótimas lembranças a serem guardadas no coração dos pequenos. A quebra da rotina, o conhecimento de novos lugares, encanta e muito a todos – e com a criançada não é diferente. Henrique Mol é diretor executivo da Encontre Sua Viagem, rede de franquias com foco em serviços turísticos. Segundo ele, a procura por famílias que encontram nas viagens uma alternativa de entretenimento, cresce a cada dia. “Sempre temos procura por esse tipo de viagem. De alguns anos para cá, percebemos nitidamente este aumento”, relatou o empresário. Segundo Mol, mesmo diante da crise, os passeios continuam fazendo sucesso. Se antes muitos iam para fora do Brasil, atualmente, a busca é por destinos nacionais. E não só as praias brasileiras estão sendo escolhidas pelas famílias, mas casas de campo, parques aquáticos e parques de diversões, também. Há uma variedade extensa de roteiros com condições que agradam a todos os bolsos. “Aqui no Brasil, há muita procura por Fortaleza, por conta do Beach Park. Penha (SC) também tem uma boa saída, devido ao parque do Beto Carrero World“, relatou. Entre as indicações feitas pelo profissional, ele aponta: Rio Quente (GO); Fortaleza (CE); Penha (SC); Costa do Sauípe (BA) e Serra Gaúcha (RS). “A maioria desses destinos possuem parques temáticos que a criançada adora. Sem falar que também tem completa infraestrutura que os pais precisam, caso haja algum incidente com as crianças. Para fora do país, locais como Flórida; Bariloche (cidade da Argentina) e África do Sul (país da África) são bem bacanas de levar a família. Cada um tem sua especificidade. Na Flórida os parques de diversão, em Bariloche as estações de esqui e na África do Sul os safaris”, orientou.E para que a viagem seja boa e sem estresse, Henrique dá algumas dicas importantes. “Sempre orientamos, é preciso planejamento. Primeiro, é importante a preparação de um roteiro: veja o que você precisará levar para que o passeio seja super confortável para as crianças. Se for fazer longos trajetos, prepare sempre um lanche e água para todos. Fazer pequenas paradas também é preciso, já que as crianças se cansam facilmente. Tente não levar muita bagagem. Você pode precisar ocupar suas mãos com os pequenos. Sempre tenha um kit de primeiros socorros para pequenos acidentes. Em caso de viagens internacionais é imprescindível o seguro viagem. E por fim, tente fazer programas que serão legais para toda a família”, explica. Viajar é bom, mas encontrar valores acessíveis é mais. Nesse caso, a orientação é pesquisar. “Os valores de passagens e hospedagem variam com frequência. A dica para conseguir comprar com preços mais baixos é pesquisar muito, monitorar os valores e se atentar quando aparecer a melhor oportunidade. Pacotes internacionais devem ser comprados entre um ano e nove meses de antecedência. Já os nacionais, seis meses”, finalizou. Sobre a Encontre Sua Viagem: Sob o comando do empresário Henrique Mol, a Encontre Sua Viagem nasceu no final de 2011, em Belo Horizonte / MG. A franquia especializada em turismo, possui mais de mil parceiros, contemplando 150 mil opções de hotéis e cerca de 95% de todas as companhias aéreas do mundo. Tem atuação por todo o Brasil por meio de seus mais de 500 franqueados. Com três modelos de negócio – Loja Física, Quiosque e Home Office, a franquia oferece ao cliente desde passagens aéreas, a pacotes de viagens e locação de veículos. O negócio se encaixa no modelo de micro franquias e a partir de 3 mil Reais já é possível se tornar um franqueado.

Michel Temer prepara agenda de viagens internacionais para “vender” o Brasil.

michel-temer-prepara-agenda-de=viagens-internacionais-para-vender-o-brasil

Embora o presidente em exercício, Michel Temer, esteja aguardando a conclusão do processo de impeachment de Dilma Rousseff, o peemedebista prepara uma agenda de viagens internacionais para finalmente “se apresentar” ao mundo e tentar “vender” o país. Faz parte dos planos de Temer tentar convencer as agências internacionais de classificação de risco que o país voltará a ter estabilidade política e assim recuperar notas perdidas em avaliações anteriores. Publicidade: + Nem Dilma, nem Temer: maioria quer eleição antecipada, aponta nova pesquisa. Há pelo menos seis viagens sendo programadas pelo Palácio do Planalto. Todas elas têm a finalidade de ajudar o país a reconquistar a recuperação externa. Após regressar da China, onde Temer participará da cúpula do G-20, o atual presidente em exercício irá a Nova York, onde discursará na Assembleia Geral da ONU. Constam na agenda de Michel Temer planos de ir à cúpula dos Brics, na Índia, e à Cúpula Ibero-americana, na Colômbia. O atual presidente em exercício tem ainda planos de visitar a Argentina e o Paraguai, mas essas viagens ainda não têm datas definidas. Entre os ministros que devem acompanhar Temer durante as viagens está o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, que terá a tarefa de convencer o mercado internacional e os investidores de que o Brasil está comprometido com a agenda econômica de ajustes e reformas, uma investida considerada por muitos interlocutores de Temer como essencial para que o peemedebista, caso seja confirmado oficialmente como presidente, possa contar com o apoio dos empresários. As viagens de Michel Temer foi comparada ao trabalho de um caixeiro-viajante pelo ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, em evento realizado na última semana no Rio de Janeiro. Na ocasião, Padilha ressaltou mudanças que começaram a ser aprovadas no Congresso, como a lei das agências reguladoras, a fim de defender a teroria de que o Brasil voltará a atrair os investidores estrangeiros. Ele comentou que aposta nas viagens de Temer aos Estados Unidos, à China e Índia para que parcerias possam ser feitas e empregos possam ser gerados. Antes de viajar para a China para participar da cúpula do G-20, Michel Temer deve participar de um seminário organizado pelo governo Brasileiro e que reunirá empresários e investidores.