Prefeito recebe R$ 58 mil em diárias e é investigado por vereadores.

prefeito-recebe-58-mil-e-é-investigado-por-vereadoresPrefeito de Nossa Senhora das Graças, no Paraná, nega irregularidades.
Em um mês, João Pedroso (DEM) recebeu em diárias mais do que o salário. O prefeito de Nossa Senhora das Graças, João Pinelo Pedroso (DEM), na região norte do Paraná, é investigado por uma Comissão Processante da Câmara de Vereadores por ser suspeito de receber indevidamente diárias para viagem. Em maio deste ano, o prefeito recebeu, só em diárias, R$ 11,8 mil. Este valor é maior do que o próprio salário dele – R$ 11 mil.  Para os vereadores é muito dinheiro em viagem para uma cidade de quatro mil habitantes. Conforme as investigações, apenas em 2014, João Pineli Pedroso recebeu R$ 58 mil em diárias. Foram 74 diárias, que significam que o político recebeu uma diária a cada cinco dias do ano.  Além da quantidade de viagens, os vereadores identificaram informações desencontradas, indicando que o prefeito recebeu diárias para estar em dois lugares no mesmo dia.  No dia 15 de abril de 2013, por exemplo, o prefeito teria viajado a Curitiba e retornado no fim da tarde do dia 17, chegando a Nossa Senhora das Graças na madrugada do dia 18 de abril. Mas outro relatório aponta que na noite do dia 17 ele já estaria viajando novamente para Curitiba, onde passaria mais quatro dias.

Em sete dias, foram duas viagens e dois repasses que totalizaram R$ 4.200 em diárias. O documento mostra ainda que o prefeito retornou a Nossa Senhora das Graças apenas na tarde de domingo, dia 21 de abril, um feriado.  O prefeito nega irregularidades e insinua que os vereadores não estão sabendo analisar os documentos enviados à Comissão Processante.  “Todos os documentos que foram solicitados foram enviados para eles. Talvez, eles não estão sabendo conferir. E daí, como faz?”, disse João Pineli Pedroso. Ele disse ainda que as viagens são programadas, de acordo com a necessidade.  As diárias são repassadas pela prefeitura ao gestor, quando ele sai da cidade representando o poder público. O dinheiro é para custos com hospedagem e alimentação.

Gastos com transporte são à parte. Na avaliação do prefeito é melhor gastar R$ 50 mil e conseguir recursos para o município do que gastar menos e não angariar verbas. Outro desencontro: O conflito de dados com relação à viagem a Curitiba não foi o único visto pela Câmara de Vereadores. Em março deste ano, o prefeito recebeu R$ 2.400, o equivalente a quatro diárias, para estar em Curitiba do dia 10 ao dia 13.No mesmo período, entretanto, de acordo com o Portal da Transparência, ele recebeu outros R$ 1.800 para viajar a Cascavel, de 12 a 14 de março. Mas o relatório apresentado por João Pineli Pedroso mostra que nos dias 12 e 13 ele também estava em Curitiba. “Isso é um fato grave porque é o dinheiro público, não é um dinheiro particular. Quando o dinheiro é seu, você faz o que quer. Mas o público tem que ser prestado contas centavo por centavo”, afirmou o presidente da Comissão Emerson Macedo. Excesso de diárias: Uma ação de “pente fino” realizada pelo Tribunal de Contas do Paraná (TCE-PR) identificou excessos em pagamentos de diárias para viagens de servidores de 27 prefeituras e 18 câmaras de vereadores no Paraná em 2014.

O levantamento aponta um valor total de gastos que passa de R$ 5,8 milhões.De acordo com Ivan Bonilha, presidente do TCE, a suspeita é de que a emissão de diárias em excesso esteja servindo para aumentar a remuneração dos agentes públicos.

Confira quais são as câmaras municipais campeãs em gastos com diárias em 2014:
Quatro Barras – R$ 378.829,00
Palmas – R$ 252.128,73
Mauá da Serra – R$ 251.700,00
Santa Terezinha de Itaipu – R$ 248.020,00
General Carneiro – R$ 211.474,00
São Miguel do Iguaçu – R$ 211.458,00
Ivaí – R$ 197.948,00
Marilândia do Sul – 196.490,00
Luiziana – R$ 187.579,00
Santa Tereza do Oeste – R$ 184.350,00
São Jorge do Oeste – R$ 174.810,00
Veja a lista dos dez municípios que mais gastaram com diárias a prefeitos em 2014:
Moreira Sales – R$ 55.989,00
Mamborê – R$ 45.112,00
Assaí – R$ 44.400,00
Rio Bom – R$ 43.400,00
Santa Inês – R$ 42.138,00
Rio Bonito do Iguaçu – R$ 39.625,00
São João do Triunfo – R$ 33.750,00
Turvo – R$ 33.500,00
Quedas do Iguaçu – R$ 30.029,00
Espigão Alto do Iguaçu – R$ 30.025,00

Esta entrada foi publicada em Paraná e marcada com a tag , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *