Crise reduz em 70% visitas de argentinos a Balneário Camboriú, diz Secretaria de Turismo.

A crise econômica na Argentina acendeu o sinal de alerta para o setor do turismo em Santa Catarina.

Em Balneário Camboriú, Litoral Norte catarinense, entre os dias 1º e 8 de janeiro, chegaram na rodoviária da cidade 70% menos argentinos do que no ano passado. Os dados são da Secretaria de Turismo da cidade. Dos estrangeiros que visitam a cidade durante a temporada, 73% são argentinos.

O movimento de brasileiros cresceu, mas na economia, não é suficiente para compensar a queda dos turistas da Argentina. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, comparando os primeiros dez dias de 2019 com o mesmo período de 2018, houve queda de 78% no número de argentinos que cruzaram a fronteira em Dionísio Cerqueira, no Oeste do estado.

Hospedagem e gastos: Os turistas argentinos fazem diferença por causa da quantidade e do perfil. Costumam viajar com vários membros da família, ficam mais de sete dias, se hospedam em hotéis e gastam em bares, restaurantes e passeios turísticos pagos.”Eles não se hospedam em casa de parentes, de amigos, como acontece muito no mercado nacional.

O turista que é do mercado interno aluga apartamentos também, só que em menor quantidade. Muitos ficam 10, 15 dias. Então eles ativam a economia de uma forma muito mais impactante”, afirma a vice-presidente da Convention Bureau de Balneário Camboriú, Margot Rosembrock Liborio. O turista argentino Hugo Padija conta que costuma viajar para Balneário Camboriú no verão. Este ano quase desistiu. Enxugou outros gastos e diminuiu o tempo de estadia na cidade para dar conta de pagar. “Nos custou bastante”, diz.

Quem consegue viajar comemora e dá ainda mais valor para os dias de folga no litoral catarinense. Além de garantir aos nativos mais uma temporada de conversas animadas em espanhol na beira da praia. “Estamos de vacaciones”, diz a argentina.

Esta entrada foi publicada em Crise Economica Na Argentina A Balneario Camboriu e marcada com a tag , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *