Viagens internacionais – Brasileiros gastaram, no exterior, US$ 1,23 bilhão

Uma das contas que mais refletem o impacto deficitário da combinação de atividade econômica forte e de câmbio valorizado nas contas externas, a conta de viagens internacionais, registrou em abril saldo líquido negativo de US$ 768 milhões.

Os gastos de turistas estrangeiros no Brasil somaram US$ 461 milhões, enquanto os brasileiros deixaram no exterior US$ 1,23 bilhão, conforme dados divulgados ontem pelo Banco Central (BC).

Com a atividade econômica favorável no Brasil, a renda dos cidadãos tem crescido, o que estimula a procura por viagens de turismo. Além disso, o real fortalecido torna a opção de viagem ao exterior mais barata e viável para o orçamento do brasileiro.

Segundo o chefe do Departamento Econômico do Banco Central, Altamir Lopes, em maio, a conta de viagens internacionais registrou saldo negativo de US$ 582 milhões, com receitas de US$ 323 milhões e despesas de US$ 905 milhões.

Outras rubricas na conta de serviços também têm registrado fortes saldos negativos, sendo Transportes e Aluguel de Equipamentos os principais destaques. O primeiro caso, que registra por exemplo gastos com afretamento de navios, teve em abril déficit de US$ 502 milhões, mais que o dobro do verificado em igual mês de 2009.

O déficit com aluguel de equipamentos no mês passado foi de US$ 1,03 bilhão, enquanto em abril de 2009 tinha sido de US$ 870 milhões.

Esta entrada foi publicada em turismo e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *