Turismo de saúde movimenta U$$ 60 bilhões por ano – Próximos 5 anos, expectativa de crescimento de 35% no Brasil

Um levantamento da Organização Mundial de Saúde revelou que o turismo de saúde movimenta cerca de US$ 60 bilhões por ano no mundo, registrando uma média de crescimento anual de 35%. Nos próximos cinco anos, a expectativa é que o crescimento seja de 35% no Brasil.

O país tem uma série de vantagens competitivas em relação a outros, tais como medicina de excelência e custos mais baixos. Na comparação com os Estados Unidos, por exemplo, os tratamentos podem custar até 50% menos. As áreas mais requisitadas pelos estrangeiros são: cirurgia plástica, odontologia, ortopedia e cardiologia.

Por isso, um dos desafios do setor é criar produtos e serviços específicos para este público. Afinal, o turista de saúde viaja acompanhado e gasta duas vezes mais do que o visitante convencional.

Para o MTur, o turismo de saúde constitui-se das atividades turísticas decorrentes da utilização de meios e serviços para fins médicos, terapêuticos e estéticos. Os termos turismo hidrotermal, turismo hidromineral, hidroterápico, termal, termalismo, turismo de bem-estar, de águas e vários outros podem ser compreendidos como variantes do segmento turismo de saúde.

Esta entrada foi publicada em Bahia e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *