Dicas de viagem – Fazer turismo com pouco dinheiro – Boas dicas podem ajudar a manter o controle financeiro


Viajar não é sinônimo de bolsos vazios. Boas dicas podem ajudar a manter o controle financeiro

Foto: Getty Images 

Está com a grana curta? Você não precisa de uma fortuna para ter uma grande aventura pelo mundo. Você só precisar seguir estas 10 dicas selecionadas pelo site Lonely Planet.

1. Hospede-se em uma casa: não que os hotéis sejam ruins, muito pelo contrário, mas ficar na casa de alguém além de ser mais barato dá a oportunidade de conhecer melhor a comunidade. Existem sites especializados em fazer este intercâmbio. Outra ideia para cortar custos é alugar a sua casa enquanto você estiver fora.

2. Planeje o transporte: viagens de trem são românticas e relaxantes, além de reduzir a sua pegada de carbono e economizar seus centavos. Um bilhete Interail continua a ser uma maneira fantástica de conhecer vários destinos gastando relativamente pouco, assim como passes de outros trens. Se a ideia é viajar de avião, reserve com a antecedência de 11 meses ou deixe para última hora. Tente escolher sempre a mesma companhia para acumular milhas e baratear a viagem.

3. Negocie: aprimore suas habilidades para pechinchar nos bazares. Você pode diminuir os custos de alojamento em reserva de última hora ou negociar com os hotéis diretamente ou consultar os sites para as taxas finais de semana especiais. Deixar as coisas ao acaso e encontrar alojamento quando chegar é outra boa maneira de obter descontos.

4. Pedale: andando de bicicleta você pode explorar o campo como um espírito livre, com o mínimo impacto ambiental. A visita autoguiada é uma maneira . Quando planejar suas férias de bicicleta, certifique-se de que o tempo vai colaborar.

5. Durma em sofás: CouchSurfing é um site de hospitalidade e de rede, com cerca de 900 mil membros. O objetivo é conectar pessoas e lugares e fazer do mundo um lugar melhor. Parece bom. O modo como funciona é que ele permite aos passageiros dormir num sofá ou algum quarto livre. Para obter o máximo proveito, o melhor é ser discreto e colaborar com a limpeza da casa.

6. Escolha um destino rentável: dependendo de onde você estiver vindo, o seu dinheiro vai provavelmente durar mais tempo na Ásia, onde ficam países excitantes para explorar – tente Bangladesh, Camboja, Laos e Índia. Fique de olho nas taxas de câmbio. Seja qual for o destino você pode diminuir custos optando por cidades menores, onde também há menos oportunidades para explodir o seu dinheiro.

7. Viajem em baixa temporada: desde o alojamento até tours serão mais baratos. Também haverá menos turistas estrangeiros e locais e você vai se sentir mais relaxado. Por exemplo, resorts no sul da Itália ou Portugal ficam lotados de junho a outubro.

8. Compartilhe: viajar sozinho é muitas vezes o mais caro do que em grupo. Ao viajar acompanhado você pode não apenas compartilhar experiências, mas também tarifas de táxi, os custos de gasolina, aluguel e assim por diante. Se for viajar sozinho, tente ligar para algumas pessoas que moram no destino. Tente o hostelling, uma forma para conhecer novas pessoas e companheiros de viagem. Outra dica é cozinhar para poupar o orçamento.

9. Acampe: acampar é divertido (se você gosta desse tipo de coisa). Escolha um site para pesquisar,desde os sofisticados aos mais simples. Taxas de acampamento não só mais baratas na hospedagem, mas também para a alimentação, já que você provavelmente vai por um piquenique.

10. Consiga um emprego: um trabalho no exterior é a resposta. Não só vai trabalhar enquanto você viaja para colaborar com o financeiro, mas você vai ganhar um conhecimento mais profundo da cultura do que você teria apenas que passar por um país. Se você não tem competências profissionais específicas, tente o setor agrícola ou o trabalho de bar. Austrália, Nova Zelândia e Japão são boas apostas.

Esta entrada foi publicada em Aeroporto, Hotel, Meios de Hospedagem, Pontos Turísticos, Pousadas e marcada com a tag , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *