Brasileiros gastam R$ 700 por dia em Genebra.

brasileiros-gastam-R$700-por-dia-em-genebraO Turismo da Suíça promoveu hoje (17), no Hotel Fasano, em São Paulo, um brunch para apresentar 11 hotéis cinco estrelas ao trade da capital paulista.

O diretor do escritório do Turismo da Suíça no Brasil, Adrien Gunier, deu início às apresentações dos diretores dos empreendimentos enaltecendo o turismo de luxo no destino, reforçado por instalações e serviços personalizados oferecidos por cada uma das 11 unidades representadas. Genebra foi foco do encontro e estava representada pelo CEO do Turismo de Genebra, Philippe Vignon, que garatiu: “3,5% do PIB de Genebra é oriundo do turismo”.

Vignon também falou sobre o impacto econômico do turismo no País – foram R$ 5 bilhões só em 2013. O CEO citou ainda as vantagens de visitar Genebra. “Em São Paulo, leva-se duas horas para ir só até Guarulhos. Saindo de Genebra, em três horas você está em Paris”, comparou. Dos 86,5 mil brasileiros que foram à Suíça em 2013, 19% visitaram Genebra – no ano passado, 40,4 mil pernoites foram totalizadas na cidade. Deste número, 1,43% representa o público brasileiro, que fica uma média de 2,4 noites e gasta em torno de R$ 700 por dia. O Brasil está em 16º entre os maiores mercados emissores para Genebra.

De acordo com dados da entidade, o número de brasileiros no destino cresceu 43% desde 2009. Os maiores emissores são, depois da própria Suíça, França, Estado Unidos, Reino Unido e Oriente Médio. Os 11 hotéis presentes ofertam, juntos, 1,9 mil apartamentos e investiram cerca de 700 milhões de francos (R$ 1,8 bilhão) nos últimos dez anos.

O lucro anual bate na casa dos 355 milhões de francos (R$ 951,8 milhões). A cidade bela e calma exibe gélidas paisagens exuberantes e atrai turistas classe A que, na grande maioria, são do segmento Mice. Dos 485 mil habitantes, 43% são estrangeiros, em sua maioria, de Portugal e da Espanha.

De acordo com o presidente do Beau-Rivage, Jacques Mayer, 3/4 dos visitantes viajam a negócio e ficam entre uma e duas noites. A palavra-chave utilizada por todos os representantes foi: cosmopolita. O que é resultado, para eles, do grande número de estrangeiros que residem na cidade. “Somos como a Europa em uma cápsula, com tantas nacionalidades”, resumiu Vignon.

Esta entrada foi publicada em Brasileiros Gastam Dinheiro Em Genebra e marcada com a tag , , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *