Agências de turismo faturam com rota de passeios entre PI, CE e MA.

agencia-de-turismo-faturam-com-rota-de-psseios-entre-PI-CE-e-MANo Maranhão, empresas participam do projeto Rota das Emoções para incentivar o turismo. As agências criam roteiros especiais para o visitante conviver com os moradores.

A rota das emoções é um roteiro turístico que integra passeios por três estados do nordeste:

Piauí, Ceará e Maranhão. Delta do Parnaíba, Jericoacoara, Lençóis Maranhenses: três áreas de preservação que formam um dos mais famosos roteiros turísticos do Brasil.

A Rota das Emoções nasceu em 2005. É um projeto do Sebrae e do Ministério do Turismo. O roteiro integrado foi criado para ajudar no desenvolvimento das comunidades e dos negócios desta região. “Em termos de negócio, a Rota toda girou em 2012 aproximadamente R$ 30 milhões entre os três estados”, disse Luis Walter, do Sebrae de Barreirinhas, no Maranhão.

No Maranhão, o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses é o principal ponto turístico. A área de preservação ambiental tem cinco municípios e o tamanho da cidade de São Paulo. Barreirinhas é a porta de entrada para os lençóis maranhenses. O parque tem 155 mil hectares de dunas e lagoas formadas pela água da chuva que mais parecem oásis no meio do deserto, um cenário inesquecível, mas as agências de turismo da região estão criando roteiros que vão muito além das belas paisagens.

A empresária Virlene Camargo tem uma agência de turismo no centro de Barreirinhas. Os roteiros oferecidos priorizam o contato do visitante com os moradores da região. A agência de Virlene Camargo fatura cerca de R$ 20 mil na baixa temporada. Na alta, esse valor é até cinco vezes maior. As vivências [turista vê como é a vida do nativo] já representam 40% dos ganhos. “Eles dão um relato, nossa, que bom que eu vim, que bom que eu quis esse passeio, que bom ver como é que é, que bom interagir com o pessoal”, comemorou Virlene. “O nativo tem a oportunidade de conhecer pessoas e trocar ideias, trocar informações, que eles interagem com eles e lucram também”, disse a empresária Virlene Camargo.

Um dos roteiros que a agência oferece é o passeio de lancha até Tapuio, uma comunidade ribeirinha. Essas lanchas são conhecidas como “voadeiras”, justamente porque elas ficam com a proa empinada quando estão em alta velocidade. A agência tem oito lanchas como essa. Cada uma custa cerca de R$ 65 mil. “Vale a pena [investir nisso] porque o seu retorno financeiro é maior. Sem falar que você que faz a sua manutenção, você sabe a qualidade do seu veiculo”, garantiu Virlene. Os visitantes são recepcionados pelo morador José Ribamar Araújo, mais conhecido como seu Zequinha. O guia mostra uma das atividades mais tradicionais do Maranhão: a fabricação artesanal de farinha de mandioca.

Uma família inteira trabalha na casa de farinha. Funciona da seguinte forma: a pasta da mandioca é espremida e passa pela peneira. Depois, vai para uma chapa sobre um forno de tijolo. A farinha é misturada até secar e ficar no ponto para o consumo. Além de conhecer como é a fabricação da farinha, o turista também pode participar desse processo. O Sebrae incentiva a criação de passeios que tenham apelo emocional e encantem o turista. “O grande foco desse projeto é fazer com que a comunidade esteja inserida na atividade turística do município”, disse Luis Walter Muniz, do Sebrae Barreirinhas, no Maranhão.

Esta entrada foi publicada em Rota de Passeios Turisticos e marcada com a tag , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *